4G: A evolução que está em desenvolvimento no Brasil e no mundo

4g e 3g

Países da Europa já têm está tecnologia, mas o Brasil vai ter que esperar até 2014. Este serviço deverá oferecer um conexão com grandes velocidades: no mínimo, 100 megabits por segundo; ou seja , 100 vezes mais rápido que o 1 megabit do 3G.

No 4G, o serviço de voz vai estar embutido dentro do serviço de internet. É mais ou menos assim: hoje em dia, quando você faz uma ligação de voz pelo seu celular, o sistema usa um tipo de tecnologia dedicada à voz. Quando você acessa a internet desse mesmo aparelho, é outro tipo de tecnologia que entra em cena. Com o 4G, tudo passa a ser transmitido no mesmo canal. É quase o nosso velho e conhecido VoIP – voz sobre IP – que você já conhece do Skype, por exemplo.

Para as operadoras trabalharem com o 4G não será tão complicado assim, pois sua infraestrutura da nova rede nada mais é que uma atualização natura do atual conexão 3G, feito inicialmente exclusivamente para comunicação móvel.

Aqui no Brasil a ordem é para que a nova conexão 4G comece a funcionar, mesmo que parcialmente, antes da Copa de 2014. O governo quer oferecer o novo serviço pelo menos nas 12 cidades-sede da competição. O Ministério das Comunicações e a Anatel afirmam que estão trabalhando para que as licitações sejam aceleradas e as ofertas comecem a ser feitas já no início do ano que vem.

Para fora do Brasil a realidade é outra, infelizmente. Países como Suécia e Noruega estão com o 4G disponível para a população desde o final de 2009. E toda a Europa, Ásia e também os Estados Unidos estão se preparando para entrar na onda.

Mas mesmo estando disponível nos países que acabei de mencionar, ainda não tem telefones celulares no mercado que funcionem com a nova tecnologia, o 4G ainda funciona principalmente em modens. Mas até o final do ano o problema será resolvido, com o crescente mercado dos celulares 4G.

Fonte: Olhar Digital

  • Anonymous

    Anonimato teste…