Governo brasileiro estuda criar serviço de e-mail próprio

agência correios

Para impedir espionagem, o Ministério das Comunicações fez o pedido para que os Correios criem um serviço de e-mail nacional e livre de qualquer invasão de privacidade. A proposta é como uma medida às acusações sobre espionagem dos Estados Unidos.

Para Genildo Lins, o secretário executivo do Ministério das Comunicações e autor da proposta, avaliou que “os Correios já trabalham há bastante tempo com certificação digital e criptografia. Daí para um serviço de e-mail de massa, com essas características, é fácil”.

O serviço de e-mail do Brasil será feito aos moldes do Gmail e além de um sistema de criptografia, usará datacenters brasileiros para armazenar todos os dados em segurança.

A ideia será avaliada pelo governo, pois existe um custo a ser estabelecido para a compra de servidores, e não tem uma data oficial marcada para o lançamento do serviço. A previsão é para o segundo semestre de 2014.

A denúncia

Documentos classificados como ultrassecretos, que fazem parte da NSA dos Estados Unidos e foram obtidos pela TV Globo mostram que foi feita espionagem de comunicações da presidente Dilma com seus principais assessores. Também é espionada a comunicação dos assessores entre eles e com terceiros.

Fonte: Folha de S.Paulo