Distribuidores de energia elétrica são responsáveis pela internet mais cara do mundo

emaranhado em postes

Para o presidente da Associação dos Provedores de Internet do Sul do país (InternetSul), Luciano Franz, os principais distribuidores de energia elétrica são as grandes responsáveis pelo preço caro da internet no Brasil.

O valor cobrado aos provedores pelo aluguel de postes para passagem de cabos e equipamentos de infraestrutura para provimento de acesso a dados é totalmente abusivo.

“Hoje, o melhor negócio do Brasil é comprar poste para alugar para provedores de internet e empresas de telecomunicações”, dispara Franz. “A cada ano, se consideradas somente cinco posições alugadas, o valor somado permite comprar um poste novo”, completa.

O dirigente detalha que para prover acesso ao meio rural, muitas vezes é necessário alugar diversos postes, percorrendo o trajeto até as residências atendidas, é necessário alugar dez postes até a casa do cliente, cada um ao custo médio de R$ 14,00.

“Para cobrir isso, o provedor é obrigado a elevar o preço. Para cobrir o gasto com postes e impostos e ainda gerar lucro, a cobrança ao cliente teria de ser de R$ 200, R$ 300 ou até R$ 400…”, destaca o presidente da InternetSul.

Fonte: Computerworld